Sobre

Sobre o Instituto Rondon

O Instituto Rondon criado em setembro de 2007 sob a denominação de Instituto Matheus Moraes,  é uma homenagem ao Marechal Rondon, considerado um dos principais heróis e patriotas brasileiros.  Teve a glória de ter seu nome escrito em letras de ouro no maciço Livro da Sociedade Geográfica de Nova Iorque. Por meio da Lei Ordinária nº 2731/56, em 17 de fevereiro de 1956, o Território Federal do Guaporé teve seu nome alterado para Território Federal de Rondônia e, em 22 de dezembro de 1981 foi elevado a estado com o nome Rondônia por meio da Lei Complementar nº 41/81. O explorador, pacificador e geógrafo Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon ficou conhecido pelo lema “Matar nunca, morrer se preciso for”, que dá a dimensão do seu caráter pacificador. É nesse espírito, que o Instituto Rondon se norteará, na proteção dos índios da Amazônia.

O Instituto Rondon atuará na defesa da Amazônia, dos indígenas e nas demandas sociais como luta contra racismo, preconceitos etc. Educação, saúde e cidadania são os focos do instituto. Projetos como Brasil Sem Fome, Pago para Ler e Brasil 2030 estão disponíveis para execução em breve.

Em Rondônia, expedições à aldeia Uru Eu Wau Wau estão em planejamento com apoio de entidades consolidadas. Uma expedição também está em planejamento rumo às ruinas do Eldorado-Paititi descobertas numa reserva no centro de Rondônia. Em Brasília, atuará na Cidade Estrutural, apoiando as demandas locais. O IR é o novo nome do Instituto Matheus Moraes, que completou em setembro de 2021, 14 anos de existência.

As páginas do Instituto Rondon neste site poderão ser lidas em dezenas de línguas como em inglês, espanhol, japonês, chinês, turco, árabe, havaiano, zulu, latin, sueco, italiano, etc.

Brasília (DF), 21 de novembro de 2021

Roberto Kuppê

Presidente

contato@institutorondon.com.br

zap: 061.98254-1644

Nota: Devido a pandemia, o Instituto Rondon está funcionando apenas na forma remota. Previsão pde  inauguração da sede em Porto Velho, para 5 de maio de 2022. 

Translate »