Marcos Palmeira vai recuperar com espécies nativas 130 hectares de fazenda onde produz alimentos orgânicos

Marcos Palmeira vai recuperar com espécies nativas 130 hectares de fazenda onde produz alimentos orgânicos

Fora das telas, o ator Marcos Palmeira, que atualmente interpreta o personagem José Leôncio na novela Pantanal, da Rede Globo, há muitos anos já é um defensor do meio ambiente. Além da carreira, ele investe parte de seu tempo na Fazenda Vale das Palmeiras, em Teresópolis, região serrana do Rio de Janeiro.

Quando comprou a fazenda, que tem uma área de 200 hectares, a vegetação estava bastante degradada e com diversas áreas de desmatamento. Havia apenas uma pequena produção convencional de hortaliças. Aos poucos, a área foi sendo restaurada, incluindo a proteção do entorno de nascentes. A Vale das Palmeiras se tornou então uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), em que o proprietário assume o compromisso com a conservação da natureza.

Além disso, Marcos realizou um antigo sonho do avô: começou a fabricar produtos orgânicos na fazenda. Desde 1997 possui a Certificação Orgânica, selo nacional que atesta oficialmente o setor. O foco são derivados do leite, como queijo minas frescal, ricota, coalhada, queijo cottage e iogurte. As vacas são tratadas com homeopatia e não há uso nenhum de hormônios, antibióticos ou pesticidas ali.

Em janeiro deste ano, inclusive, o queijo frescal da Vale das Palmeiras foi eleito um dos melhores do Brasil, numa premiação que contou com a inscrição de 120 queijos de 60 diferentes produtores de 18 estados.

Marcos Palmeira vai recuperar com espécies nativas 130 hectares de fazenda onde produz alimentos orgânicos

Imagem da Fazenda Vale das Palmeiras, em Teresópolis

Agora, há poucos dias, o ator usou seu perfil no Instagram, para contar que irá recuperar uma área de 1.300.000 metros quadrados em sua fazenda, o equivalente a mais de 200 mil árvores, entre plantadas e regeneradas. Para isso, contará com a ajuda do Instituto Terra de Preservação Ambiental. “O plantio será com espécies nativas da Mata Atlântica, como palmito jussara, jequitibá, aroeira, pau ferro e várias outras”.

Muito legal, Marcos! Parabéns pelo belíssimo trabalho, engajamento e exemplo!

 

Leia também:
Em seu ‘Rancho da Montanha’, Bruno Gagliasso planeja plantar 100 mil árvores e fazer soltura de animais silvestres
A restauração florestal e seus efeitos na biodiversidade da Mata Atlântica
As histórias de sucesso de brasileiros que apostaram na restauração florestal para melhorar de vida
Brasileiros ganham prêmio internacional com tecnologia inovadora de restauração florestal

Fotos: reprodução Instagram Marcos Palmeira

Fonte: Conexão Planeta

Comentários
Comments are closed
Translate »