Bolsonaro diz que "problema ambiental" são as fiscalizações e multas

Bolsonaro diz que “problema ambiental” são as fiscalizações e multas

Com o maior desmatamento dos últimos 10 anos, graças a uma ação deliberada do governo, o presidente Bolsonaro confirmou a intencionalidade de deixar o crime ambiental correr solto, verbalizando em evento do Banco do Brasil para o agronegócio que “paramos de ter grandes problemas com a questão ambiental, especialmente no tocante à multa.” Não só se declara indiferente para com a gravidade dos números do desmatamento na Amazônia – pois praticamente a metade dos 10.362km² foram desmatados em áreas de responsabilidade federal – mas ainda acha que problema ambiental é a fiscalização e a multa por desmatamento ilegal.
No mesmo discurso atribuiu a queda de 80% das multas como um sucesso de sua ministra de Agricultura, Tereza Cristina e do ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que saiu do governo sob suspeita de associação com a extração e exportação ilegal de madeira.
Em evento oficial, citando membros do primeiro escalão do governo, o Presidente da República faz apologia à ilegalidade e à prevaricação de membros do primeiro escalão de seu governo. O Brasil está precisando resgatar o respeito às leis e às práticas republicanas, a começar da cadeira mais importante do Poder Executivo.
Fonte: Marina Silva
Comentários
Comments are closed
Translate »